Comitê Popular dos Atingidos pela Copa 2014

Belo Horizonte | MG | Brasil

Aos cidadãos carestia, aos gringos gratuidade

Quem for embarcar ou desembarcar em Confins entre 15 e 30 de junho, durante a Copa das Confederações, terá ônibus de graça até o Mineirão, e também no sentido inverso. O serviço será oferecido pelo Governo de Minas.
A intenção do governo estadual é oferecer o serviço de ônibus de graça durante a Copa do Mundo de 2014.

As empresas que vão ceder os ônibus são as mesas que atendem as linhas de Confins e Lagoa Santa. Todas as despesas serão pagas pelo Governo de Minas. A passagem no ônibus executivo de Confins ao Centro de Belo Horizonte custa R$ 20,45.

Outra medida para facilitar o acesso ao Aeroporto de Confins será a redução da corrida de táxis com destino ou retornando de Confins. Isso será possível com a liberação dos veículos que fazem este tipo de transporte embarcar passageiros em Confins.
Um convênio que está sendo elaborado pelo Secretaria de Transporte e Obras Públicas (Setop) permitindo que os veículos de Belo Horizonte peguem passageiros no aeroporto e os de Confins e Lagoa Santa trafeguem na capital. Atualmente 508 táxis que partem de Confins para a Região Metropolitana que são impedidos de retornar para o aeroporto com passageiros.

Depois da assinatura do convênio, serão mais sete mil veículos de Belo Horizonte que poderão pegar passageiros no saguão do aeroporto. Os prefeitos de Confins, Geraldo Gonçalves dos Santos (PSC) e de Lagoa Santa, e Fernando Gomes (PSB) participaram de uma reunião nesta segunda-feira na Assembleia Legislativa, onde concordaram em liberar a circulação dos táxis de Belo Horizonte nas duas cidades depois de várias reuniões com o secretário de Gestão Metropolitana, Alexandre Silveira.

O deputado estadual João Vitor Xavier (sem partido) informou que a intenção do Governo de Minas é colocar os táxis em circulação antes da Copa da Confederações. O deputado iniciou um ano as negociações para a liberação da circulação dos táxis da capital em Confins.
“Como os táxis de Belo Horizonte são obrigados a retornar vazios de Confins, a corrida custa de R$ 90 a R$ 100. Com o novo convênio, o preço da corrida de táxi poderá cair”, afirma o diretor de Fiscalização do Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG), João Afonso Baeta. Os novos valores serão definidos pela Setop e as três prefeituras.

 

João Vítor Xavier, Pedro Paulo e Silva (gerente de Operações e Segurança da Infraero) e João Afonso Baêta Costa Machado (diretor de Fiscalização do DER). Foto: Rafael d’Souza.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: