Comitê Popular dos Atingidos pela Copa 2014

Belo Horizonte | MG | Brasil

Comitês Populares da Copa lançam dossiê sobre violações de direitos humanos na próxima segunda (12)

A Articulação Nacional de Comitês Populares da Copa lançará na segunda-feira (12) o dossiê “Megaeventos e Violações de Direitos Humanos”, que reúne dados e informações sobre impactos de obras e transformações urbanas realizadas para a Copa do Mundo de 2014. O documento será protocolado a diversões órgãos municipais, estaduais, federais e internacionais (veja lista preliminar abaixo). Os Comitês Populares organizam atos públicos de entrega do dossiê em frente às prefeituras das cidades-sede da Copa (veja serviços e contatos abaixo).
O dossiê está dividido em seis partes – ‘Moradia’, ‘Trabalho’, ‘Informação, Participação e Representação Popular’, ‘Meio Ambiente’, ‘Acesso a serviços e bens públicos e Mobilidade’, e ‘Segurança Pública’ – e traz casos concretos de violações e de desrespeito aos direitos fundamentais dos brasileiros como, por exemplo, o direito à moradia adequada. Cerca de 160 mil famílias estão ameaçadas de remoção no país por obras relacionadas aos megaeventos.
Atos públicos na segunda, dia 12
No Rio de Janeiro, que além da Copa do Mundo sediará os Jogos Olímpicos em 2016, a concentração será em frente à Prefeitura do Rio, na Cidade Nova, às 10h30. A entrega do dossiê está marcada para as 12h, e haverá uma entrega simbólica do “legado” da Copa. Informações com Renato (21 8267-2760), Gustavo (21 8212-1095) e no site do Comitê.
Em Belo Horizonte haverá uma marcha que se concentrará na praça da Estação, a partir das 14h, indo em direçãoà praça 7 às 15h e, posteriormente, até a Prefeitura da cidade para entrega do dossiê às 16h. Informações com Gustavo (31 8678-2010), Joviano (31 8815-4120) e aqui.
O Comitê local de Curitiba fará uma marcha às 10h até a Prefeitura de São José dos Pinhais. No período da tarde, às 13h, será a concentração em frente à Prefeitura de Curitiba para entrega do documento. Thiago (41 3232-4660), Andréa (41 3317-3225) e Fernanda (41 3361-5436), e aqui.
Em Natal será criada a Associação dos Atingidos pelas Obras da Copa de 2014 no sábado (10). Na segunda haverá uma caminhada da Rodoviária até o Auditório do CT Gás, onde o dossiê será entregue numa Audiência Pública. Informações com Dionisio (84 8866-2035) e Nevinha (84 8723-4079).
O domingo em Brasília terá agitação e panfletagem sobre as violações de direitos humanos e contra a Lei Geral da Copa. Na segunda, às 12h, haverá ato de lançamento do dossiê e início da entrega para diferentes órgãos da Administração Pública. Patricia (61 8138-7739), Vitor (61 9946-5966) e Larissa (61 9684-5609).

Porto Alegre entregará o dossiê com concentração em frente a prefeitura às 16h30. Claudia (51 9666-9274) e Seu Zé (51 9945-8549) e aqui.

Em São Paulo a concentração será às 10h em frente à Prefeitura para a entrega do dossiê. Rosilene (11 9116-3721), Maira (11 9118-6558) e blog do Comitê.
Articulação Nacional de Comitês Populares da Copa
Nas 12 cidades que sediarão a Copa do Mundo de 2014, entidades, movimentos sociais, acadêmicos, organizações políticas e cidadãos criaram comitês populares para se opor às violações, abusos e ilegalidades relacionadas com a realização de megaeventos esportivos.

Lista preliminar de órgãos que receberão o Dossiê

Municipal: Prefeituras e câmaras de vereadores das cidades-sede, além de secretarias municipais e órgãos fiscalizadores.

Estadual: Governos, assembleias legislativas, Ministérios Públicos Estaduais, além de secretarias e órgãos fiscalizadores responsáveis em estados que vão receber a Copa.

Federal: Governo Federal (Secretaria Geral da Presidência, Secretaria de Direitos Humanos da Presidência, Ministérios das Cidades, dos Esportes, da Justiça, do Trabalho, do Meio Ambiento, entre outros), Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho, Controladoria Geral da União, Tribunal de Contas da União, BNDES, Caixa Econômica Federal, Ibama, entre outros órgãos fiscalizadores.

Internacional: ONU, OEA e OIT.


Anúncios

4 Respostas para “Comitês Populares da Copa lançam dossiê sobre violações de direitos humanos na próxima segunda (12)

  1. junior alvez 11 de dezembro de 2011 às 02:51

    A vila itau em contagem-MG, com casas feitas nos anos quarenta, historicas, está sendo destruida pela prefeitura de contagem-MG, varias familias já sairam, as idenizaçoes sao absurdas, estão forçando idosos a assinarem a ordem de despejo, a igrejinha vai se demolida, a escola , posto de saude e o clube com o campo de futebol de mais de 50 anos já foram destruídos, no local fizeram uma fabrica de demolir e triturar casas, marcam as casas como se ali morassem judeus, todos os dias a defesa civil ameaça passar o trator por cima, crianças estão na rua sem escola, velhos sem posto de saúde, no entanto o shopping com walmart ninguem mexe, walmart ao lado ninguém mexe

    • Milton Santos 12 de dezembro de 2011 às 11:06

      Fala Junior. Então camarada, conforme podemos ver a partir do seu relato, os impactos da copa de 2014 vão além das cidades-sede, atingindo a região metropolitana das cidades, promovendo a expropriação de várias famílias em nome sabe-se-lá-do-quê. Convidamos você a partilhar das reuniões e plenárias do COPAC-BH, onde você poderá expor para todos a situação e onde podemos trabalhar de forma a intervir e denunciar a situação relatada por você.
      Grande abraço

  2. Atingidos pela Copa 2014 - BH 12 de dezembro de 2011 às 12:01

    Reiteramos a fala do companheiro Milton Santos! Hoje, inclusive, é o dia do ato de entrega do dossiê. Teremos um carro de som, no qual todos poderao fazer suas denuncias! Compareça!

  3. Sabrina 14 de dezembro de 2011 às 16:24

    Agora, pela opinião do psol (que articula vários movimentos de oposição camuflados de espontâneos), o governo brasileiro não pode realizar mais nada. O direito à desocupação por interesse público previsto na CF/88 virou uma letra morta, já que eles dizem que tem que consultar cada pessoa pra saber o que pensa e invocam sempre a bandeira dos direitos humanos (direito de morar em favela, de não ter saneamento, já que seriam transferidos para casas melhores) para objetar todo projeto. Ê, bando de jeca. Quando forem governo, a coisa mudará de figura …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: